FANDOM


Gangrel é um dos grandes clãs de vampiros encontrados no Mundo das Trevas. Membros deste clã geralmente são nômades que mantêm laços mais estreitos com os lugares selvagens do que a maioria de seus primos, que preferem se situar nas proximidades de assentamentos urbanos, onde as presas mais são abundantes.

Vampiros deste clã são mais próximos do aspecto animalesco da Besta e são mestres da disciplina exclusiva da Metamorfose. Devido à sua fraqueza de clã inerente, os Gangrel que se aproximam muito de suas besta interiores acabam tendo seus corpos marcados por ela; Cada vez que um Gangrel se entregar ao frenesi, eles ganham uma característica animal temporária- no entanto, podem haver circunstâncias em que os frenesis são muito frequentes ou demasiadamente intensos deixando o Gangrel com características animais permanentes.

Disciplinas: Animalismo, Fortitude e Metamorfose.

CaracterísticasEdit

Os Gangrel são individualistas, vagando por onde querem, e assim tem menos tradições antiquadas e protocolos cobertos com teias de aranha do que os outros clãs. Entretanto, os costumes que eles realmente seguem são profundamente reverenciados, tão eternos e invioláveis como a mudança das estações ou as migrações de pássaros e feras.

Outros clãs aprenderam do jeito mais difícil a não restringir a liberdade dos Gangrel ou atrapalhar suas viagens; até mesmo o mais territorialista dos Tzimisce geralmente deixa um Gangrel cruzar seus domínios desde que algum tipo de reconhecimento lhe seja dado. Por sua parte, os Gangrel são indiferentes às ações dos outres vampiros, exceto quando esses vampiros tentam usar os Gangrel como peões em seus esquemas. Um Gangrel que tenha sido ludibriado a tomar um curso de ação se torna mais mortífero que um leopardo ferido e irá fazer qualquer coisa para se vingar do trapaceiro. E alguns até mesmo especulam que essa pode ser a razão pela qual os Gangrel desgostam tanto do clã Ravnos...

Alguns Gangrel preferem estabelecer territórios semipermanentes, mas mesmo esses preferem permanecer nas profundezas das regiões selvagens, onde estão os poucos locais místicos remanescentes da Europa. Fontes encantadas, vales mágicos e florestas misteriosas frequentemente possuem guardiões Gangrel. Os Gangrel conhecem seus territórios intimamente e corriqueiramente fazem amizade com as fadas, ninfas e monstros nativos da terra. Entretanto, até mesmo eles se ressentem do fato que os Lupinos sejam menos receptivos à essas aproximações.

Força e InfluênciaEdit

Os Gangrel sempre andaram à parte dos mortais, e conseqüentemente têm pouca influência sobre suas vidas. Membros do clã costumam vagar de aldeia em aldeia, raramente ficando em um lugar tempo o bastante para fazer amizade ou controlar alguém. De qualquer modo, a marca bestial que lhes acomete torna essa interação muito difícil. É dito que no norte correm bandos de salteadores noturnos liderados por Gangrel sedentos de sangue. Ocasionalmente, emergem histórias sobre Gangrel que "protegem" comunidades agrícolas isoladas ou vilarejos: algumas vezes altruisticamente, mas mais freqüentemente em troca de tributo, que indica uma selvagem punição aguardando aqueles que não pagam. Na maioria das vezes, contudo, os Gangrel exercem seu impacto sobre a humanidade na forma de seus predadores. Os Gangrel veem os jogos de poder dos outros clãs como tolices. Pra quê manipular um duque ou prefeito para causar uma mudança política quando você pode simplesmente eviscerar o tolo e acabar com a interferência dele de uma vez por todas?

Os Gangrel são mais abundantes em áreas isoladas, longe de assentamentos urbanos; a Floresta Negra, a Península Escandinava, as Terras Altas da Escócia e lugares similares. Nesses locais, os Gangrel frequentemente assumem um comportamento sinistro, tomando-se monstros da noite em uma desesperada tentativa de intimidar as incursões dos mortais no coração das áreas selvagens. Outros vampiros tratam os Gangrel com cuidado, e por uma boa razão: eles são tão astutos e selvagens em combate quanto as feras que imitam, sendo adeptos de ofensivas frontais e de ataques súbitos. Os anciões do clã são particularmente letais, pois podem assumir a forma de lobos ou criaturas aladas para atormentar suas presas, bem como desaparecer em uma forma de névoa para retomar a baralha quando ela for de sua conveniência. Esses vampiros normalmente fazem pactos com fadas, bestas mágicas e outros habitantes das áreas selvagens, e podem surpreender seus inimigos com esses aliados em circunstâncias particularmente extremas.

OrganizaçãoEdit

Gangrel fazem o que querem e não permitem que nenhum ancião ou príncipe lhes diga o que fazer,. Entretanto, os Gangrel possuem alguma medida de honra, e aqueles que se mostraram violadores de seus votos, ou covardes, são frequentemente eliminados do seio do clã. O status entre os Gangrel é relaxado e baseado principalmente na qualidade e quantidade de histórias envolvendo os feitos de um dado vampiro. Um Gangrel conhecido por proteger um local místico, caçar uma besta lendário ou andar por um deserto sem deixar rastros recebe um espaço maior ao redor da fogueira do que um recém-chegado anônimo.

Preocupações atuaisEdit

Ao contrário de outros vampiros que se beneficiam com o avanço da civilização, os Gangrel sofrem com ele. Conforme as terras selvagens encolhem e os perímetros das cidades crescem, os Gangrel veem seus territórios de caça diminuírem e eles próprios são empurrados à conflitos territoriais com os Lupinos. O fato de que os lobisomens se recusam a ouvir as propostas dos Gangrel para uma aliança frustra-os enormemente. Mais e mais Gangrel fogem da Europa para as áreas selvagens da Sibéria ou para os territórios sub-saarianos; os que permanecem se tornam cada vez mais bestiais, atacando freneticamente em rodas as direções, como chacais encurralados. Na Europa Oriental, a ascensão dos Tremere prejudicou enormemente os Gangrel; o fato destes feiticeiros rotineiramente sugarem a essência mágica da terra para potencializar seus feitiços nefastos enoja o clã amante da natureza. Os Gangrel inclusive se aliaram aos Tzimisce (pelos quais eles não têm nenhuma simpatia) numa tentativa de abater os Tremere de uma vez por todas.

Práticas atuaisEdit

Os Gangrel ocasionalmente congregam em certos locais selvagens, para celebrarem a mudança das estações. Nestes encontros, os normalmente estóicos membros do clã abandonam todos os vestígios de decoro - saltando, correndo e uivando sob a lua e as estrelas. Os festivais geralmente culminam em uma caçada frenética e um banquete de sangue ministrado com destilações de cogumelos alucinógenos e frutas narcóticas. Coitado do desafortunado que perturbar tal encontro! Os Gangrel também organizam encontros mais serenos, onde histórias são trocadas à luz do luar. O lacônico Gangrel pode se tomar surpreendentemente tagarela quando apresentado a uma audiência, e toda forma de elaboração e embelezamento podem ser encontrados nas histórias contadas por estes viajantes.

ReferênciasEdit

  • Vampiro: A Idade das Trevas, p. 84, 85
  • Vampiro: A Máscara - Edição de Vigésimo Aniversário, p. 54-55

Ad blocker interference detected!


Wikia is a free-to-use site that makes money from advertising. We have a modified experience for viewers using ad blockers

Wikia is not accessible if you’ve made further modifications. Remove the custom ad blocker rule(s) and the page will load as expected.